segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

don't.

Tumblr_lwnw6j7yuk1qi4wc7o1_500_large

Provavelmente querias que dissesse que não o senti a voz cortada quando o assunto eram os meus sentimentos. Querias que dissesse que eu não reparei nos olhos amargurados quando proferias as mesmas palavras de sempre :‘ ela não me chegou a ligar’ . Querias que eu dissesse que não reparei como o teu pequeno coração se acalmou quando eu te dei um pequeno afecto, uma pequena prova de amor. Queres que eu diga que eu não reparei que mecho contigo? Não vou dizer. Porque eu mecho contigo, como qualquer outra meche quando se aproxima de ti e te faz uma pequena caricia pela tua cara. Não é por ser eu, ou outra qualquer, é por alguém. Tu apenas entregas-te o teu mundo a uma rapariga que não o merece, mas agradeces a Deus todos os dias pelos estragos que ela faz nele. Nas cicatrizes assustadoras que ela teima em fazer no teu precioso. Ages como se a tua dor fosse um preço a pagar por meras palavras sem significado de uma alma que dá pena. Como se o teu sofrimento fosse gratificamente devido às circunstâncias. Tu decides o caminho. Tu decides quem e como deves enfrentar os obstáculos. mas não vou negar uma vez mais. eu sou fraca em tudo em relação a ti. tudo. 

 Não deixas que ela seja o fim da tua parte gloriosa. Não deixes.

7 comentários:

  1. Não tem mal (:
    Sim, tivemos juntos, e começamos a namorar de novo, mas quando eu me vim embora, passado uma semana, ele acabou comigo e nem sequer me deu uma justificação :s

    ResponderEliminar
  2. Gosto muito, sigo óbvio. :)
    Gostava muito que desses a tua opinião sobre o meu, e se gostasses, seguisses: http://voltar-ao-inicio.blogspot.com/ , ficava mesmo agradecida :D Muitos beijinhos *

    ResponderEliminar