segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

don't.

Tumblr_lwnw6j7yuk1qi4wc7o1_500_large

Provavelmente querias que dissesse que não o senti a voz cortada quando o assunto eram os meus sentimentos. Querias que dissesse que eu não reparei nos olhos amargurados quando proferias as mesmas palavras de sempre :‘ ela não me chegou a ligar’ . Querias que eu dissesse que não reparei como o teu pequeno coração se acalmou quando eu te dei um pequeno afecto, uma pequena prova de amor. Queres que eu diga que eu não reparei que mecho contigo? Não vou dizer. Porque eu mecho contigo, como qualquer outra meche quando se aproxima de ti e te faz uma pequena caricia pela tua cara. Não é por ser eu, ou outra qualquer, é por alguém. Tu apenas entregas-te o teu mundo a uma rapariga que não o merece, mas agradeces a Deus todos os dias pelos estragos que ela faz nele. Nas cicatrizes assustadoras que ela teima em fazer no teu precioso. Ages como se a tua dor fosse um preço a pagar por meras palavras sem significado de uma alma que dá pena. Como se o teu sofrimento fosse gratificamente devido às circunstâncias. Tu decides o caminho. Tu decides quem e como deves enfrentar os obstáculos. mas não vou negar uma vez mais. eu sou fraca em tudo em relação a ti. tudo. 

 Não deixas que ela seja o fim da tua parte gloriosa. Não deixes.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

stand by you



É aqui. agora. onde o jogo está perdido, acabado que o coração implora mais uma vez " fica comigo" e é nesse mesmo instante nesse mesmo lugar em que ele volta a recusar e é nesse mesmo instante em que a dor é tão grande tão grande. tão dificil de suportar. mas com o tempo a gente se acustuma a lidar com ela. as lágrimas já não deslizam mas a dor mantém-se. é mais fácul de suportar, oh muito mais. mas nunca parou de doer, nem por um instante.

-  é quando você me olha com o seu olhar doce que eu penso sempre que haverá chance. e me desiludo sempre

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

dói.




É nestes dias, em que nem a chuva molha  a alma nem o sol a ilumina. É daqueles dias em que o dia está escuro  e os leves salpicos de agua caem na testa sem  magoar. É nestes dias assim, em que não é nem deixa de ser, que o vento sopra, não com como quem ralha mas como quem avisa. Uma ligeira nevoa passa pelo o ar e volta outra vez a cortar a garganta, os lábios. É nestes dias em que eu verdadeiramente sinto que tu jamais me pertencerás e que eu jamais me sentirei novamente segura contigo. É nestes dias em que tudo o que que queria fazer-te era beijar-te uma vez e outra. Tu aí retribuíras-me todos os beijos, todos os abraços e mostravas-me que eu estava segura, protegida. É nestes dias em que eu mais precisava de ti a meu lado e é nestes dias em que te  vejo a beijar outra.

- com 7 milhões de pessoa no mundo, eu acreditei que com você fosse diferente.

domingo, 11 de dezembro de 2011

again

`

eu sei que você não vai ser  nunca daquela forma para mim. mas me desculpe se eu não me controlo, mas a possibilidade de ter mais uma vez você nos meus braços assombra-me. e olhar para as recordações enche-me a alma. como poderiamo ser. mais uma vez

é tão dificil com você longe!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

é muito facil.



Dê uma risada para fingir que não doeu. todo o mundo acredita. você vai apenas abituando-se à dor. é facil habituarmo-nos à ausencia de um abraço no momento em que nos sentimos caindo, batendo no fundo. quando é rotina, acaba por ser fácil. é no momento em que você olha em redor e não vê ninguém. você só precisa de uma pessoa que lhe mostre naquele momento que está consigo. não precisa de ser alguém importante na sua vida, basta ser alguém que lhe dê um abraço bem forte. isso muda. mas a tristeza é quando você mostra que precisa dele, fala bem alto o que quer e mesmo assim ninguém se meche para secorre-la. essa é a maior tristeza de alguém.

- perceba que não foi a atitude em si. perceba que foi a sua reação perante o meu estado.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

entendi.



- Eu sei que sim, eu sei que ele me ama .

- que tonta, como você sabe isso?

- eu simplesmente sei .  

 (...)

no momento em que o apanhar distraído a olhar para si com um sorriso estúpido, desviar o olhar repentinamente, ficar amuado por você falar que outro garoto é jeitoso, ficar bravo por a criticarem, rir das suas patetices e no final lhe der um abraço, acarinhar seu rosto. Beijar sua testa, agarrar sua cintura bem firme, ficar com os láios a 5 cm dos seus e o seu olhar ficar sério, quando puxar sua cadeira para ficar perto de si, quando o olhar lhe pesar para desviar os olhos de você, Quando já a viu em biquíni, quando já a viu chorar, quando já a ouviu cantar e mesmo assim a admiração, o deslumbre não foi embora é porque ele é o tal . Não preciso de dizer mais nada, tudo o que você sente entendeu? Quando um garoto fizer isso com você o agarre bem. Agarre bem e nunca o deixe largar, nunca lhe de razões para deixar de sentir o mesmo fascínio porque garotos assim não existem. Apenas nos seus sonhos bela adormecida, apenas nos seus sonhos.

(...)
- garota, não se deslumbre pelo improvável. Não acredite no impossível e de uma vez por todas desça à terra e perceba que ele nunca vai querer nada com tal garota como você! Nunca. Não se deslumbre. Pois isso ou pode ser amor ou está a usa-la para outra garota ficar brava. Ter ciúme dele. entende agora?
- ja entendi.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

para!


Queres oque? que te diga que não te amo?! Desculpa mas não sou falsa como a tua menina! Pára de me fazer de boneca. Eu não sou um brinquedo. Eu tenho sentimentos, eu sofro. Para de agir como se não soubesses. Estás-te a comportar de forma injusta comigo, agindo como se não soubesses que eu gosto de ti! E eu estou farta. Porque neste momento estás a fazer como se existisse esta parte de mim. eu é que tenho de lidar com os ciumes a todo o tempo, a esperança do  olhar doce que me lanças a toda a hora, de um toque teu,e no final dizeres-me que jámais serei tua. pensas que isto não magoa? Magoa e muito! por isso comporta-te assume as coisas e de uma vez por todas opta! Para de me dar esperanças e mete as possibilidades e tudo o resto em cima da mesa. não me iludas, porque sabes que eu não te rezisto!

- EU JURO QUE OS CIÚMES É UMA DAS PIORES SENSAÇÕES DO MUNDO!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

stay



não me faças isto. por favor, volta e diz-me que é tudo mentira. envolve-me nos teu braços quentes e diz-me que ficará tudo bem, que eu sou  a menina dos teus olhos. não me mostres que sou a tua segunda opção. não me faças acreditar que não sou capaz de tudo, não me faças esquecer de como é bom estar feliz. não me mostres que a forma que me agarras, a forma como me olhas não é unica. porque eu não vou aguentar. eu simplesmente não aguento mais tantas bocas, tantos falhanços. eu simplesmente não posso acreditar que não sou nada. porque já não me resta nada. tu usas-me. a todo o tempo tu usas-me. fica comigo. não vás para ela. fica ao pé de mim e beija-me. estou-te a pedir. por favor. agarra-me com força e promete que nunca me deixas ir. faz-me sentir desejada, faz-me querer ser a tua princesa.

domingo, 20 de novembro de 2011

ginástica


eu não quero desistir de tudo aquilo que sou. eu não quero. dói tanto. mas tanto!

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

incomplete

Porque eu nem estou disposta a tentar mais vezes. Hoje, é assim que eu penso. Sem ti comigo é impossível voar. Sempre que tento eu caio. É impossível voar sem asas. E tu tiraste-me o meu precioso. Porque sem ti eu não encontro descanso dentro de mim. Eu juro que tentei. Uns dias eu tentei, mas foi tão difícil fazer como se nada tivesse acontecido! Viver, como se a mágoa, a dor, a revolta, o arrependendimento não tivesse presente! Eu rezo todos os dias para isto parar. Para este barulho insupurtavel pare, mas sem ti! É tão difícil! Porque eu nesta luta estou sozinha! E neste momento nem tu te preocupas comigo! Eu sei que estou acordada, eu sei. Mas é como se metade do meu mundo estivesse adormecido! Porque eu sinto-me tão confusa, tão perdida sem ti! Eu amo-te.
- é tão dificil ver você distante!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

me dê uma chance


O que eu mais gosto em você é quando me beija a testa, e me puxa para si. agarra-me bem forte  e me segura no seu olhar, então aí você diz que eu sou mesmo linda sem deixar escapar um unico sorriso. você encosta sua testa na minha segurando minha sintura e permance ali comigo. no final, quando você s despega de mim é como se meu mundo caísse, e aí saltam dos seus carnudos lábios e um grande sorriso. e aí eu sorrio estupidamente. você vira costas e eu o acompanho com o olhar de distância. minha alma se ilumina só de saber que você fez estas coisas todas comigo. a felicidade de saber que nem por um segundo você se preocupou comigo, esqueceu-se do mundo ao pé de mim. compensa qualquer tristeza de não o ter! porque depois de um dia assim, em que estávamos num espaço onde só eu e você existiamos ajuda-me a superar tudo. consigo a meu lado, eu prometo que tentarei!

- eu consigo ser boa. eu sei que consigo. me dê uma chance. me dê.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

insere-me em ti



Querido melhor amigo, 
 vou ser directa Acho que estou  a ficar fortemente apanhada por ti. não sei como dize-lo, pornuncia-lo mas tu não acreditas em mim. eu gosto de ti, eu quero-te abraçar e saber que apenas cabe a mim o lugar de confortar o que os teus olhos buscam diante do escuro. quero que seja o meu perfume a deixar-te no paraiso, quero que sejam os meus lábios o passe para outra dimensão, outro mundo. quero ficar contigo em qualquer altura, em qualquer lugar e sentir os teus braços envolvidos no meu corpo e a tua cara pousada no meu ombro. quero que seja comigo que fiques verdadeiramente preenchido. quero ser eu o motivo dos  teus sorrisos tolos e apaixonados. quero ser eu a unica razão das ligeiras descidas de notas. eu quero que chegues ao fim do dia e penses : " uoooooooou, estou incondicionalmente e irreversivelmente apaixonado por ela". simplesmente eu quero-te comigo e para mim. quero que me beijes e te sintas o mais sortudo. quero que sinta exactamente o que sinto agora, tem tudo para dar certo. mas nem sempre o dever é dona razão. i loveyou
  da tua queria melhor amiga, Sofia magalhães.


 um dia, vou ter coragem de te enviar esta querida carta, e aí tu deciderás e eu não estarei nesta incontrolável espera!

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

não me peça para ser feliz sem você!


Por muito que eu queira ver sua felicidade no rosto, por muito que eu queira que o seu corpo transpire felicidade não me peça que faça o mesmo. Porque eu sinceramente não consigo. Eu não consigo ver você nos braços de uma cabra vadia que só o usa. O meu coração não consegue dar-lhe uma palavra de força e de apoio porque eu quero você. Quero você de uma forma que você não me quer, e que jamais compreenderá. Você não pode compreender porque eu não compreendo. Por muito que eu esteja preparada nunca me peça para ser feliz sem você a meu lado, porque eu simplesmente não vou lutar por um objectivo inalcançável. Eu sou uma desistente.  Eu não faço nada, porque tenho medo. Não vou poder voltar a explicar porque eu própria não sei do que tenho medo, deste pavor da vida, de ser feliz de ser infeliz. Que tudo um dia acabe. Eu não sei, mas eu simplesmente não me movo. Vejo a vida, a passar ao meu lado e eu contrariada e imóvel ao vela passar. Os meus músculos simplesmente não movem, ficam petrificados com tal visão. Eu não sei, não sei de nada, apenas sei que eu gosto de você e preciso de você. Mas não me vou torturar, não vou alimentar cada dia esperanças das quais apenas conseguirei retirar dor, e sofrimento. Me desculpe por deixar você. eu um dia conseguirei fazer o mesmo a mim, eu prometo.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

inevitável



É inevitável. Os ciúmes consomem-me de uma forma estúpida e absurda e a realidade invade-me com o seu lado mais ríspido, gelado. Não sei o quão fundo consegue atingir a dor, o sofrimento, mas isso não importa, porque o sinto. Ouvir dizer a pessoa que eu mais preciso que eu neste momento não importo, e ela sim importa, ela que te usa e abusa do teu lado fantástico destrói-me, rasga-me. Arde.

ok. fui usada. ok, eu sei lidar com isso. tenho de aprender.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

ironico a?


eu não estou apaixonada. ele me rouba meu pensamentos a toda a hora, me tira o folêgo sempre que me olha nos olhos, rapta uma batida mais acelarada sempre que passa, me tira sorrisos a toda a hora. me faz quere-lo mais do que nunca. mas não, eu não estou apaixonada.

- eu amo você. você ama ela. ela não ama você. você não me ama. = você sofre. eu sofro. = você vai continuar a amar ela e eu vou continuar a amar você. claro como agua, fodido para caralho! e no final, ainda tenho de fazer de melhor amiga interessada!

 

sábado, 29 de outubro de 2011

fraqueza





És um caminho perdido mas com retorno.
 És um labirinto mas com fim .
 És algo impuro mas claro.
 És neve, mas quente.
 És nada mas és tudo.
 És amor, és ódio. 
És a reflexão do meu mundo , da minha vida.
És o meu porto de abrigo.
A minha fraqueza.
' o seu amor nunca será suficiente, porque ele quer outra e não é você'

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

best smile




você de todo não percebe que é a coisa que melhor me faz?
 você de todo não percebe que todos os meus sorrisos são por você?
é. eu finalmente estou achando que estou a ficar mesmo caidinha por você! só um tolo meio apaixonado consegue sorrir da forma que eu o faço quando olho para você. quando você me chama de bebé. é isso, eu estou mesmo gostando de você!

- you're my stupied smile. you're the only thing beutifull in the my world.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

lost


nós não podemos começar algo que éstará perdido ao começo. não podemos desafiar uma luta, se soubermos que irememos perder. não o podemos fazer apenas pela esperança. isso não é justo para o coração. para a nossa alma. somos meros humanos tão frágeis que a unica coisa que sabe fazer é destruir a sua própria felicidade. por impulso. porque simplesmente não damos valor aquilo que amamos. a questão não é dar valor ao que temos. porque nunca temos nada, apenas o tomamos como certo. e se nunca soubermos dar valor ao que amamos, demonstrar à pessoa o gostamos dela, ela não adivinhará e partirá! for ever.

- i'm lost in my world. in my pain. in my tears. in my heart

i'm the person more stupied in the world!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

tome cuidado.


nunca machuque uma garota com o minimo de personalidade. nunca machuque uma garota que lhe deu a opurtunidade de a conhecer. que quis ficar bela pra você. nunca o faça, porque ela sabe ser muito boa, mas também sabe ser muito cabra. até a pior. tome cuidado. ninguém me machuca e se fica a rir, eu juro por deus, eu vou deita-lo a baixo! tão fundo como eu já estive. por você.

- talvez a vingança seja a pior arma, mas é no unico momento em que me sinto verdadeiramente bem! satisfeita. feliz!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

you have my best





 o problema em questão nunca foi a dificuldade da luta. o suor e o trabalho depositado nela, pois eu estava disposta a ter isto tudo e muito mais por ti. mas foi sempre, após tanto esforço, determinação e cansaço saber que o meu melhor jamais será o suficiente. que a necessidade que tenho de ti nunca será uma boa razão.  é o que desgasta mais. essa possibilidade.  e que o razoavel ' da outra ' sempre chegará, e sempre sobrará. porque é a ela que tu amas. é a ela que tu queres e quando a questão é amor nunca valerá a pena fazer nada. porque quando é real não se pode simplesmente virar as costas. ele virá até nós. o que é real será para sempre. o que é real viverá e tornar-se-á na mais bela pura das certezas.


não quero estragar o que temos agora, mas está-se a tornar impossivel com o desejo que tenho de ti! não posso estragar. porque é a ela que tu queres e eu serei sempre a melhor amiga.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

pavor




Eu tenho tanto medo! Eu estou apavorada. Eu não sei quem sou. Eu preciso de alguém. Por favor! Eu preciso de alguém que me proteja. As minhas lágrimas não param de me fugir. E eu não aguento tanta indiferença da sua parte perante o meu estado. Por isso, diga-me o que se passa. Porque eu preciso de você, e neste momento você não estar! E você secalhar não precisa de mim, mas eu preciso de você! O meu maior medo, era ficar sozinha. E pressinto. Pressinto a dor da solidão. Neste momento sinto-a. Prove-me que eu estou errada! Faça-me acreditar que eu sou alguém! porque sinto-me um caco velho, sem utilidade. você nem ninguém me contam seus problemas! faça- me ver que estou errada como antes fazia nem sempre da melhor maneira! faça-o. porfavor!
- você prometeu que ficaria comigo para sempre. onde está a sua promessa agora?!

terça-feira, 18 de outubro de 2011

refém


O nosso maior problema foi habituarmo-nos um ao outro. Darmo-nos como certo. Esquecermo-nos de como dar um beijo apaixonado, um toque no cabelo. Era monótono. Era normal. Nós sempre fizemos de caga gesto algo físico, nunca demos o devido valor a um pequeno gesto. Nós nunca valorizamos o poder da nossa relação, nunca nos conhecemos um ao outro como devíamos. Criamos uma alma dentro de um físico, criamos algo inexistente algo que o próprio queria que fosse. Um tanto ou quanto egoísta, sim! Mas (irre)real. Encontraste-me, e deixaste-me refém de algo que nunca me pertencera. Algo que apenas tu fazes fazer. Carasctristicamente teu. Carasctristicamente malvado. Mas jamais será essa a razão de eu te deixar de amar!
- o problema do mundo, é que julga um sorriso como felicidade!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

doce amargo




Tenho saudades de ter as suas mãos entrelaçadas nas minhas. tenho saudades de ter  os seus lábios pegados aos meus o tempo inteiro. Tenho saudades de saber que pertencia a alguém, que pertencia a você. Meu príncipe. Meu sonho perdido. Minha esperança inválida. Meu doce de meio homem, meio menino. Amargura que a sua ausência causou em mim. Presença de vida em mim, presença de felicidade e sorriso. Quando você não está,  e como se não houvesse nascer do sol, e você sabe como eu odeio a escuridão, a breve aragem, movendo meu cabelos em torno do vazio. Eu nunca disse para você o que devia ter dito o que sentia. e agora juro que me arrependo! Eu vejo a harmonia dos seus olhos sempre que fecho os meus, harmonia que já fora minha. Eu sinto falta de tudo em você, sem você!
- memórias é tudo o que me resta de você. tais que eu nunca apagarei!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

tu não sonhas!



Não fales, não insinues. Não julgues, nem sequer tentes gritar comigo. Tu não sabes o que eu estou a passar por isso fica com as tuas pessoas que eu fico com as minhas. Tu não sabes a falta que me fazes, não sonhas as lágrimas que derramo ao saber que não te tenho. Nem sabes as loucuras que já pensei em cometer por TUA causa, por isso se não queres voltar para mim, se não me queres voltar a aceitar como “ a tua princesa” não digas nada. Porque além de todas as provas de dor que eu já dei a mim mesma pela tua falta, cada palavra tua, cada insinuação é mais um pedaço de morte em mim. Já causas-te a loucura em mim, o desespero. A magoa. A dor. Não queiras causar a morte porque se aí me quisesses de volta nunca me perdoaria por não o ter feito antes e já estou a tentar de tudo por ti! morta e desejada pelo principe dos meus sonhos! eu quero!
- não faço nada, porque já não tenho mais forças. perder-te consumiu-me. e continua a consumir a cada dia que passa. a tua ausencia.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

volta





É verdade que eu digo mal de ti e assumo isso com orgulho! Odeio-te de uma forma indescritível. Odeio a tua forma de ser e repugno-a. Mas do que isso vale neste momento?! Do que vale tudo o que sinto por ti se o sentimento de à um ano para cá sempre foi o mesmo ! sempre tive a maior admiração por ti! Sempre o maior deslumbre sempre que te via! Sempre o mesmo amor. Habituei-me à tua ausência e sei finalmente lidar com ela. mas seria muito melhor se estivesses comigo!  

o sorriso deve-se e sempre se deverá aos nossos momentos ! volta!


- sinseramente estou feliz por ainda estares comigo! por ainda te amar.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

não me deixe ir.



não me deixe ir. porque dessa vez eu não voltarei. se me largar agora, largou para sempre. você já me magoou demasiadas vezes para eu voltar a ceder. recorde-se disso. só isso. e sinceramente? eu não me quero ir embora. eu quero ficar com você para sempre. porque amo você  e porque preciso de você. mas se você nao me deixar escolha eu vou ter de partir. e nunca mais voltarei. nunca mais.


- não me obrigue a escolher entre a minha felicidade e o seu estúpido jogo. porque já perdi para você demasiadas vezes. ja o escolhi demasiadas vezes. é tempo de eu ganhar. não me desiluda. é tudo o que eu peço!

sábado, 1 de outubro de 2011

meu melhor motivo.






 A vida é minha, mas o coração é teu, sempre o foi. O sorriso é meu mas o motivo és tu, sempre foste. Eu nunca cheguei a perceber a razão de tal amor. De tal desespero e genuína beleza. A voz como que rebolava em pedras, meras pedras colocadas no caminho que faziam a melodia da tua voz soar ainda mais bela. Mais triunfante. Mais apaixonada. O brilho dos teus olhos contavam uma história, uma das mais belas. E eu nunca ouvira aquela história, nem a estava a escutar verdadeiramente. Apenas a sentia. Como que uma leva brisa, que recontava cada passo de um qualquer conto. O formato dos seus lábios em forma de sorriso imploravam desejo. Imploravam de outros lábios, não uns quaisquer, apenas os certos. (Os meus?). As lágrimas trespassavam-lhe o rosto. Talvez de dor? Não de de dor. Talvez de amor? (..) ele amava-me. Conseguia distinguir-lhe o orgulho nas suas doces palavras. Era inegável. Ele amava-me. Os meus pensamentos perdiam-se em tal purificante homem. O rosa acentuado nas maças do seu rosto deixavam-me louca de tal intenso desejo. Ele não era perfeito. Ele apenas me deixava um sorriso estúpido no rosto. Um sorriso, sim um sorriso. A paixão dos nossos olhares era inconfundível com outro qualquer olhar que trocava com qualquer outra pessoa. A manifestação dos meus lábios ao encontrar os seus olhos era indestrutível. Inexplicavelmente fabulosa. Real. É por isto que eu te amo. Porque a cada momento que fecho os olhos, és a primeira pessoa que me vem à doce memória.


- és o meu melhor passado!

ordinário


 



- Sabes, sabes-me a pouco! hoje soubeste-me particularmente a pouco!
- Mas  tu comeste-me tantas vezes !
- eu sei. É esse o problema. Quero-te. Comer. MAIS VEZES!
- ahaha, digamos que o blog precisava de odinarice. Desculpem queridos seguidores. O blog é o meu diário virtual e se não acreditar-mos e provarmos que está tudo bem, nunca ficará realmente. espero que compreendão.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

melhor amigo





Não tenho muito a dizer sobre ti. E nunca lerás isto, e se leres nunca acharás que é para ti. As palavras são demasiado banais para falar sobre ti, e também se utilizam para qualquer pessoa. Tudo o que eu vou dizer já foi lido. Mas quero que saibas que o meu sentimento por ti jamais foi sentido por outro alguém. A verdade é que não és só o meu melhor amigo. És alguém de quem eu posso receber conforto, que se importa comigo. E sabes, eu nunca senti necessidade de te ter só ao pé de mim, de ter sempre contigo. Não sinto necessidade de estar a tempo inteiro contigo. É verdade. Não sinto, mas isso nunca mudará nada. Porque um abraço teu pode proteger-me do mundo inteiro! É isso que eu sinto quando me abraças, quando me desvias o cabelo da cara e perguntas ‘ então, o que se passou ‘. Quando usas a tua voz fofinha para me acarinhares. Não falamos muito, não dizemos coisas lamexas um ao outro, não discutimos muito, não andamos sempre a contar as fofoquices, mas estamos sempre para o pior um do outro. Estamos presentes no melhor. É isso que interessa. E eu nunca te quero largar porque o teu papel na minha vida é um dos mais importantes. Quando eu estava mais carente, eras tu que dizias que eu era linda. Quando eu pensava que não haviam rapazes que gostavam de mim eras tu que dizias. E pode parecer que não é importante mas quando nos sentimos inferiores receber um elogio de alguém do outro sexo é mais do que qualquer outra coisa. É isso que eu admiro em ti. Isso tudo. Perceberes o que eu preciso exactamente no momento sem estares a todo o tempo comigo. Nunca foram as palavras que usas-te no msn, nunca foram as mensagens que me mandas-te que me fizeram gostar ti. Mas sim o único que me olha com ar de repreensão e diz ‘ tu não estás bem, o que é que se passa ‘. É aí que eu sei que és o meu melhor amigo! É aí que eu sinto que és uma das maiores bases que tenho! Eu prometo que estarei sempre aqui para tudo, tal como tu estives-te para mim!

- senti muita necessidade em faze-lo, apesar de saber que nunca o lerás. tenho pena de não saberes o que significas para mim e o quanto sofro quando me preferes magoar doque a ela! tenho ciúmes. tenho saudades de quando eras só tu e eu. muitas.
bruno ribeiro

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

miss you so bad


~

Cada som da batida do meu coração é apenas dedicada a outro coração. Que espera retorno e sofre. Sofre de amargura. Sofre de saudade. Sofre de culpa. Cada som de cada batida te deseja mais. Cada batida te espero mais. O som da batida diz pausadamente o teu nome com ternura e rebeldia. A cada batida desespero. Porque sei que o nome que o meu coração implora que volte nunca voltará. E ele não ouve. É o mais surdo de todos. A cada batida do meu coração vai-se desaparecendo a esperança de certeza que nunca será feliz. Que nunca mais terá uma verdadeira alma, algo seu. possuidor de alguém. E a cada batida eu vou-me conformando que fui a pessoa mais otária à face da terra por te ter expulsado da minha vida, quando eras só tu que eu queria. Só tu quem eu amava.
- estava disposta a perdoar-te tudo. recomeçar do zero. estava disposta a tentar recontruir a minha vida contigo! ainda sou mais otária por isto!

apenas te quero transmitir de uma forma invulgarmente estranha que te amo ! quero prova-lo, mas tu naõ deixas!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

o que você fez comigo




Toda a gente me julga a todo o tempo pela pessoa em que me tornei. Não me importa. Sabe porque? Porque encontrei alguma felicidade. pouca talvez. ou muita quem sabe. eu. você. todo o mundo. nunca ninguém pensou que eu não queria mais ser a pessoa que era quando tinha você. eu não podia ser a pessoa que quando tinha você eu era algo de um ser vivo. que sabia sorrir. que ainda se lembrava. tive de ser algo melhor. ou algo pior. não tinha de escolher. não tinha de importar. tinha era de mudar. não queria ser a pessoa que teve um amor. que teve uma vida e algo porque lutar. mudei. e estou tão bem. tão feliz. ninguém vê que eu estou bem? ninguém?




- viu o que fez comigo? viu no que tornou? não tem remorsos? eu coloquei meu mundo em suas mãos. acreditei em todas as promessas e você tornou-me nisto. mas não importa. agora, já não importa.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

i miss you.


Agora a distância é maior, e sei que vamos ter de fazer mais força pequenina. Mas eu sei que temos de tudo para aguentar. Porque temos uma história, com muitas zangas e reconsiliações que fizeram de nós o que somos hoje Mas cada vez sinto mais a tua auxencia por estares longe. Preciso muito de ti . Agora que estás mais distante sinto que a preocupação mais presente. Mas também te sinto bem perto. Nunca te tinha dito, mas tenho medo que vás um dia, e não voltes. Receio que tenhamos mais poucos meses, e isso apavora-me. Sabes disso. Amo-te com todos os defeitos, porque aicma de tudo preocupas-te comigo e ajudas-me de uma maneira mágica. Obrigada por estares sempre, sempre princesa linda. Obrigada por saber que não me deixarás de uma forma distante. Que mesmo partindo de outra forma, estarás sempre comigo, em qualquer lugar. Obrigada Romeu. Prometo proteger-te sempre. De tudo. Sempre.
- tenho saudades de ti comilona. muitas.

one in a milion





Bem, eu só sei falar sobre ti mas não me intressa. tu és o unico com quem eu jamais me conseguirei expressar. tu és tão meu. és o unico que me faz voar feliz, o unico que não me deixa limites. O unico que sabe acredita em mim como se fosse a melhor. E o que eu gosto mais em ti é que me fazes sentir como se fosse. A melhor, unica. A especial. Obrigada meu amor. Se soubesses o quanto te amo! Ver o brilho dos teus olhos quando me olham são o que me deixa mais feliz. Passar por ti na rua, observar-te ver-te com um sorriso na cara e tu dizeres que estavas a pensar em mim, pois não conseguias sorrir daquela maneira por nenhuma outra. Eu não me imagino a viver sem ti. Iria conseguir claro, mas jamais conseguiria ficar feliz com coisas tão banais como agora. Nunca mais conseguiria ser verdadeiramente eu, nem apreciar o simples sorriso de uma criança. Eu nunca mais conseguiria ouvir o teu nome, pensar em ti. Saber que foste meu e deixar-te escapar. nunca me perdoaria, e prometo que eu gosto de ti como nunca gostei de ninguém em toda a minha vida. nunca ninguém me fez tão feliz como tu. Eu amo-te. Eu amo-te mais do qualquer coisa no mundo. amo-te jm. ahahaha, obrigada pelo melhor sorriso do mundo. meu caracol favorito.

- é incrivel como acerto sempre em tudo. sinto verdadeiramente a tua falta, mas não quero que voltes, nunca mais.

domingo, 18 de setembro de 2011

voador, volta voando.




Estejas onde estiveres espero que estejas bem. Espero que estejas no teu paraíso como tu tantos querias. És a estrela que ilumina os meus sonhos, os teus olhos são o iluminar do dia, e o teu sorriso o iluminar da noite. Mas tu, desde o dia em que nasces-te foste sempre a razão dos meu dias acabarem bem. Por isso, descansa e espera por mim, pois um dia chegarei e puderemos cumprir todas as promessas falhadas e aí seremos perfeitos. Pois sim.
 - Um dia seremos quem sempre prometi.Pequenos voadores com alma perdida, que se encontraram num pequeno conto apelidado de eterno amor.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

meu amor








você tem o nariz grande, seu cabelo é esquisito. fala bagunça a toda a hora. o seu riso é feio e suas mãos são esquisitas. trata meu corpo mal.  diz que não me ama, e  diz que eu tenho meu peito pequeno. . é rabugento. acha que tem sempre razão. mas sabe? eu continuo apaixonada por você. porque acima de tudo, você também me sabe fazer feliz. e também olha para mim como ninguém e me beija como ninguém você é tudo o que eu amo, e tudo o que eu preciso. você é perfeito aos meus olhos. com tudo o que faz e que diz. porque perder tempo com outracoisa quando só você me atrai de um modo inesplicavelemente fascinante?

-sim, existe muitos modos de perfeição e apesar de tudo foi sempre ele que eu amei.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Cuida de mim





Tive de ir embora. Volto amanhã, ou talvez depois. Não te esqueças de mim. Tu foste a única que alguma vez  tocou o meu coração. E ele será para sempre teu. Dorme bem meu amor. Cuida de mim. 

- És o motivo de todos as razões da minha existência.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Pride







Bem, à muito que te tinha de dizer isto, mas nunca achei o momento oportuno, mas tenho medo que fique algo por dizer. És a melhor pessoa que conheço, és a pessoa que mais se assemelha comigo em tudo, em tudo. Se soubesses a admiração que tenho por ti. Não és só alguém em que se pode confiar, és alguém a quem eu poderia estragar a vida, e tu mesmo assim estarias para mim, é isso que eu mais admiro em ti. Tudo isso. Em como nem uma vez me abandonas-te. Permaneces-te sempre. Sempre. Ameaças-te sair sim, mas quem não o faz? Não importa, apenas te dei o devido valor. Eu amo-te como ninguém. Se tu partisses, simplesmente eu não aguentaria porque és tu, e apenas tu que dás valor a tudo o que eu sou. És tu a única que sempre admirou tudo o que eu fiz, e que sempre percebeu a razão de fazer todas as asneiras. A unica que apenas com um olhar percebe tudo. A única que vê sempre um lado positivo nas pessoas que  eu destruo. És a única que prefere sofrer, ficar em pedaços do que ver alguém próximo a sofrer e se soubesses o orgulho que tenho nisso, o orgulho em saber que sou uma das tuas primeiras referencias. Tu sofres a todo o tempo, e mesmo assim exibes o teu maior sorriso, como se tivesse tudo bem. És o maior exemplo de pessoa. Tu até podes partir, eu deixarei-te sempre partir, mas levarás sempre a minha alma contigo, não para te atormentar, não para te julgar, apenas para te aconchegar nas noites frias de inverno. E se quiseres voltar um dia, eu jamais te julgarei, eu vou-te receber com os braços abertos e vou-te abraçar apenas para perceberes que sempre estive contigo e que sempre vou estar. Porque és o centro de tudo. Eu prometo.


- Never gonna give you up. I will always wait for you. Until my heart stops beating.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

consome-me.







A tua beleza consome-me. O gelo que permanece, um dia tornar-se à no fogo incandescente que tu trazes contigo. O fogo arde, e arde… E deixa-lo arder. È indescritível e memorável a forma como ele nunca se cansa de se alimentar de mim. É preciosa. E continua… Pela noite fora, pelo dia a dentro. A indestrutível pergunta que continua comigo, se o teu fogo é o suficientemente forte para destruir o gelo que congela este corpo de meio menina, meio mulher. Se o teu calor é capaz de me trazer de volta, se me consegue tornar na pessoa que tu és capaz de amar incansavelmente. Se TU próprio conseguirás ver-me além do gelo. Desfocadamente claro. E aqui deixo a minha promessa: Eu quero que o teu fogo me consuma. Eu quero que tu sejas forte o suficiente para saberes que queres destruir o gelo que alguém criou em mim. E eu prometo que não te arrependerás de me teres contigo. De te entregares a mim, e de me deixares fazer parte de ti.
- E um dia dia, saberemos se é verdade, se o nosso fogo se tornar apenas num 

terça-feira, 30 de agosto de 2011

amo-te



Sabes o que é que mais me irrita em ti? É que sabes exactamente a forma como me tocar para eu te desculpar. Sabes exactamente as palavras que dizer. Sabes exctamente o olhar que tens de fazer. E sabes qual é o maior problema? É que eu acabo sempre por te desculpar, pensando sempre que é diferente, que tu mudas-te. Acabo sempre enrolada nos teus braços, abraçando-te ainda com mais força do que da ultima vez que me deixas-te. E sabes porque? Porque eu sei que vais voltar a partir, e sei que vais voltar (para mim) e sei que eu vou acabar sempre por te desculpar. É incrivel, mas cada dia que passa, sabendo o que sei continuo a gostar mais de ti do que nunca. E agora... Agora apenas fico presa a um sonho antigo que tu jamais serás homem suficiente para o tornar realidade.
eu amo-te.
 - Não interessa o que fazes e como o fazes. eu vou acabar sempre da mesma forma que comecei. Totalmentemente e irreversivelmente apaixonada por ti. 

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

only one.


O amor é o único jogo em que quem desiste vence. Não preenche o coração de vitória gloriosa. Mas consegue-se alimentar dela, é pura e ao mesmo tempo satisfatória.

sábado, 20 de agosto de 2011


- Eu amo-te.
- Eu tamém te amo.
- Sabes o que te torna tão especial? Não me obrigas a mudar. Posso ser quem sou contigo. Egoista.
- Sentimento mutuo meu amor.
- Fazes-me sentir bonita.
- Tu fazes-me sentir vivo. Ficamos juntos para sempre.
- Shiu. não prometas isso. Promete apenas que o sentimento será eterno.
- Prometo.


                                                                                                                                                                               - volta a beijar-me como antes. por favor.

sexta-feira, 22 de julho de 2011


- Não. Eu não preciso dessa coisa complicada. Dessa coisa complexa e dolorosa. Eu apenas quero sentir que não sou sempre maxucada. Quero sentir um pouco de afecto dele. Eu Quero ele me abrace, me dê beijinhos do jeito que ele sabe. Quero ele me conforte e me proteja desse mundo roím. Eu quero que ele me faça sentir nas nuvens. Sem problemas. Eu não quero amor. Quero apenas carinho.  Você, está disposto a dar-me o que eu quero?
-  Tudo o que você está pedindo são efeitos secundários do amor rapariguinha. Não consigo fazer tal coisa. Não consigo proteger algo que não amo. Não consigo confortar algo que não amo. Não consigo acarinhar algo que não amo.
- Mas você ama não ama?
- Eu amo.
- Então você consegue.

Inês Coelho

terça-feira, 19 de julho de 2011

" DEIXA-ME VIVER "



Agora. Neste momento. Sem quaisquer defesas, sem armas. Eu peço que saias. Peço que partas da minha vida, que me deixes viver. Deixa-me solitária, voa sem mim. Despega-te. Não aguento mais ter-te sempre preso a mim. Com toda a minha força, com todas as forças que me restam de todas estas batalhas constantes contigo, comigo eu imploro-te DEIXA-ME VIVER! Deixa-me sair do teu mundo, deixa-me olhar para uma arvore sem me lembrar de ti. Deixa-me ser só eu sem ti. Sai fora de mim. O meu coração está constamente a falhar-me. Tu apareces a toda a hora e o meu coração volta a deixar escapar uma batida, isso faz-me vulnerável e dependente de ti. Eu considero-me louca. Eu falo contigo como se ainda estivesses presente. Choro a todo o tempo. Oiço vozes, recordo-te como meu e eu nem te quero! Odeio-te por me teres sujeitado a tal estado de plena loucura. Não sei se sempre foi este o meu estado natural, ou se é apenas porque ainda não me habituei à tua ausência física, porque jamais partirás de outra forma. Mas se não partires completamente vou ter de aprender a viver contigo dentro de mim, com esta parte tua que tu deixas-te sem te aperceber e que se revolta dentro de mim, dentro deste corpo meio inacabado, com alma solta, que tenta encontrar dentro do nada. Esta parte tua que se sente perdida, que te procura e que ficou presa em mim.

*não sei se isto é real, ou é só a minha cabeça. Mas não interessa. Afinal quem disse que o estava na cabeça não era real? *

sofia magalhães

sexta-feira, 8 de julho de 2011

*


Oh meu amor como eu te amo. Como eu te desejo. Estou tão feliz contigo. O meu deus. Eu sinto-me nas nuvens, como se não existisse. Eu voo. Estou a voar. Não sei se sou a rapariga mais feliz, mas até agora esta encarnação de personagem, foi a que me deixou mais feliz. Nenhuma outra pessoa conseguiu manipular os meus sentimentos. Tu fa-lo tão bem. Tão perfeito. Obrigada por me fazeres como nunca me senti na vida. Obrigada. Obrigada por me ajudares a voar, por me mostrares que o amor existe. Que a felicidade existe. Que as pessoas têm sentimentos, e o mais importante. Eu tenho o dom de amar. Eu tenho. Eu so quero estar contigo o tempo todo. Quero abraçar-te e ficar contigo para o sempre. Eu quero poder construir algo em grande contigo. Tão grande como o nosso amor. O meu riso nunca foi tão natural. Eu contigo sinto que tenho tudo o que sempre desejei, nunca me senti desta forma. Completamente e irreversivelmente apaixonada. Eu amo-te tanto. Eu amo-te. E eu tenho-te. Eu tenho tudo aquilo que me faz feliz. Sempre que eu te vejo eu sorrio. Eu sorrio, só por te ver, eu não sei. Tu encantas-me. És a melhor coisa que eu já tive. Todos os bens matérias que eu sempre desejei já não importam. Agora só tu me importas, és só tu que eu quero. Queria poder abraçar-te e ficar assim sempre contigo. És o meu ursinho príncipe da minha vida. OBRIGADA POR SERES A ÚNICA PESSOA A FAZER-ME REALMENTE FELIZ. AMO-TE.

Tenho saudades de ti. Tenho saudades de poder escrever textos assim sobre ti. Tenho
 saudades de quando os fazia. Tenho muitas saudades da nossa relação. Tenho saudades
de quando nós estávamos assim, bem juntinhos. Tenho saudades de tudo o que fomos.
Mas acima de tudo, tenho saudades da minha alma quando  sabia que te tinha. É o que eu
mais tenho saudades. És a pessoa que me faz mais falta em todos os anos que sou viva.

Sofia magalhães.

quarta-feira, 6 de julho de 2011


"todos falam que quando cais, precisas de aprender a levantar, mas nunca me explicaram que depois de levantar temos que andar como se não sentissemos dor alguma"

quarta-feira, 22 de junho de 2011

JM*






 
Eu amava-te. De uma forma diferente. Diferente e especial. Não era a ti que eu deseja em particular, mas sim os momentos que passávamos. O bem que tu me fazias. A felicidade que me punhas sempre que me beijavas. Era isso que eu amava. A pessoa que me tornava quando estava contigo, sentia algo que jamais esperava vir a sentir. Eu sentia-me tão nova. Tão única. Tão especial. Eu sentia-me leve e acreditava em mim. Tinha objectivos. Sonhos. Não sei o que passou connosco. Comigo. Deixei de sentir tudo o que sentia. Os objectivos foram substituídos e os sonhos esquecidos. Eu ainda te amo. Mas já não amo a pessoa que me tornava quando estava contigo. E na nossa relação, para mim, isso sempre foi o essencial. Sei que ainda te amo porque ainda choro e tenho medo do meu futuro sem ti. Olhar para o meu lado e tu já lá não estares. Mata-me. Mata-me saber o que estás a passar. Eu vou sempre recordar-te especial porque foste o único que me protegia do mundo, e que eu sentia que tinha capacidades e força para o fazer. O centro dos meus problemas. O centro do meu coração. Desculpa, mas assim as coisas não podiam continuar. Não podia continuar a alimentar uma mentira, uma ilusão que acabaria por haver um traição. Nunca serás esquecido. Sinceramente não sei se preciso realmente de ti arrependo-me de não te ter beijado uma ultima vez e de a ter guardado como a ultima. Mas agora isso já não interessa. Eu sei que ainda permaneces comigo, porque numa noite em que estavas a dormir, com um fio invisível eu puxei parte do teu coração e guardei-o comigo na minha melhor caixinha que permanecerá para sempre comigo junto ao peito, bem pertinha, bem juntinha.
joana ribeiro

terça-feira, 21 de junho de 2011


- Vai-te embora. Não me amarás assim. Não desta forma. Desfigurada.

- Nunca.  Eu amo-te, não somente fisicamente e sim espiritualmente, pois não amamos um corpo e sim uma alma. Por isso, sai dai e prova-me que te desejarei de qualquer forma.
(...)
- Não... Não... ( fugiu)
- Eu sabia que nunca me amarias desta forma. Eu sabia. Sou estupida porque acreditei em ti.( uma bala penetrou o coração que ele levou, o meu coração. Ele matou-me. Ele próprio pegou na arma e carregou apertou com toda a convicção o gatilho. Ele matou-me .
- Desculpa. Mas tive de o fazer. Não te aguentei ver neste estado. Assim, morta, já não sofres. Estás em páz. Não iria aguentar verte morrer durante seis meses dolorosos sem poder fazer nada. Assim permaneceremos juntos. Os dois. Mortos. (pum)
Sofia Magalhães.

segunda-feira, 20 de junho de 2011


O que você faria se alguém falasse, que você é o motivo dos seus sorrisos? Que é tudo o que lhe basta para ser feliz. Que é o seu alimento. O seu mundo. O seu folego. Que é o seu coração. A sua vida. O seu amor. Que você é tudo o que alguém precisa para sobreviver a estas constantes brigas de mundo virado. O que você faria?
joana ribeiro

domingo, 19 de junho de 2011

Tu. Tu és alguém que ajuda. Que sente. Tu és alguém que sabe ajudar e que sabe permanecer. Alguém encantador. Inovador. Criador. Especial. Fantástico. Se te amo? Amo. Se te quero? Quero. Miúda, bebé, coisa. Não interessa. Podes ser um pombo. Um pombo que quando eu me sinto sozinha ele começa a cantar. Podes ser um móvel que se atravessa à minha frente para eu ‘ lá ‘ bater e começar a gritar, porque se não batesse cairia da escadas abaixo e morria porque estava descalça. Podes ser o meu boneco que eu agarro quando estou triste. Podes ser o meu sol que me ilumina o caminho certo e brilhante e se por acaso se tornar no errado transformaste-as em lua, para o ilumina-lo mais uma vez. Podes ser tudo. Podes ser nada. Mas és alguém que se interpõe no meu caminho para me ajudar. Que não caminha à minha frente, não lidera. Que não caminha atrás de mim para me seguir. É alguém que apenas se limita a caminhar a meu lado para me dar tudo de si, para mostrar que a vida é uma coisa boa, única e estupenda. Que vale a pena. És alguém que eu confio. Confio muito. E tenho medo de perder. Vivo constantemente com o medo de perder esse alguém, de te perder. Quando não te sinto fica tudo mais escuro, a minha alma escurece, arrefece e congela. Tu és alguém que eu amo, que eu protejo. Tu és alguém que eu magoo, e que mesmo assim fica comigo. Tu és alguém que mesmo a cair, estende os braços. Não para pedir ajuda, para nunca estar desprevenida se eu cair. És tu que me completas. Que me fazes feliz. Que nunca me julgou. Nem uma vez. Que aponta mas não critica, ajuda a remediar.  Que sabe perdoar. Simplesmente és o  meu ser. o único. Simplesmente és a minha melhor amiga.

joana ribeiro